terça-feira, 26 de julho de 2011

Poemas

                   
                     CANTO  DA  SEDUÇÃO  GRITO  DA  MORTE
Atentos a qualquer tipo de vibração;
Jovens com talentos ou somente inspiração;
Ouve-se batidas frenéticas de um som estridente;
Quem ainda deveria empunhar somente uma caneta[
Ja empunha uma arma com dezenas de balas no pente;
Então é chegada a noite, mãe chorando humilhada com tantos chingamentos;
Filho sai somente com maldade no pensamento;
Ocorre uma sequência de palavras meio sem nexo, beco, vício, drogas, assassinato, desespero, polícia, cadeia, morte.
Ecantado com o canto da sedução, fim trágico sob um caixão;
Testando sua prória sorte acabou-se nos braços da morte;
Jovens encantamentos com grandes desalentos.

Autor: Rodrigo da Silva Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário