quinta-feira, 14 de julho de 2011

Poemas

                   
       Difícil ser Eu
Vivo meio a um mundo conturbado;
Sozinho é bom, mas á algo que aperta a alma;
Tento desabafar-me, não tem ninguém ao meu lado;
Essa solidão me faz perder e calma;


Lembro-me como foi o meu passado;
Estou muito bem, mas o coração tá amargurado;
Ninguém parece me entender me escutar;
Sinto-me tão só nesse ato de lutar;


Não quero que ninguém fique no meu lugar;
Sem querer, sem amor e sem amar;
A vida me vem pelo sentido contraditório;


Estou a chorar, as letras parece-me embaralhar-se;
Não tenho ninguém para acalentar-me;
Por quê? Por quê? Tudo isso tenho que passar.



Rodrigo da S. Júnior-25-04-2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário